quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Banana Pops


O que é que a banana tem? A banana tem 3 açúcares naturais (frutose, sacarose e glicose) que associados à quantidade de fibra que possui se torna numa pequena bomba de energia. Rica em magnésio, torna-se eficaz para o corpo humano em vários processos biológicos, incluindo a contracção muscular. O magnésio é um importante mineral que evita as famosas cãibras musculares. Com alto teor em ferro, a banana estimula a produção da hemoglobina no sangue e ajuda nos casos de anemia.  Por tudo isto e muito mais é um dos alimentos preferidos dos atletas para um pré-treino completo e como aqui em casa estamos de volta aos treinos, hoje resolvi preparar este "docinho" que é uma verdadeira bomba de energia. Ginásio aqui vamos nós.

Ingredientes: 
(Para 2 pessoas)
1 Banana
Chocolate preto q.b.
Amendoins q.b.

Preparação:
Parta uma banana ao meio e espete um pau de espetadas em cada metade. Derreta o chocolate no micro-ondas e mergulhe metade da banana no chocolate derretido. Salpique com os amendoins previamente picados e leve ao congelador até solidificar o chocolate. Delicie-se com este snack 20 minutos antes de começar o treino.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Gelado de Natas com Bolacha Maria


Os "meus meninos" cresceram, já não são meninos e transformaram-se todos em grandes seres humanos. Cada um segue o seu caminho com a pressa normal de crescer. E que crescidos que eles estão. Esta é a sobremesa preferida deles e assim que me viram perguntaram por ela. É tão fácil adoçar-lhes a boca. Para acabar os dias de verão em beleza aqui fica a receita. Normalmente faço-a numa grande taça para que possam comer e deliciarem-se em doses desmedidas. 

Ingredientes:
3 Pacotes de natas
1 Lata de leite condensado
1 Pacote de bolacha Maria
Framboesas para decorar

Preparação:
Na picadora ou no processador reduza as bolachas Maria a pó e reserve.
Bata as natas em castelo firme e junte o leite condensado. Bata por mais uns segundos até estar tudo bem envolvido.
Faça camadas de bolacha e gelado alternadamente. Termine com o gelado e decore com framboesas ou outro fruto vermelho a gosto. Poderá também não utilizar os frutos e terminar com uma camada de pó de bolacha. Leve ao congelador por 4 horas ou mais. Retire do congelador apenas na hora de servir.


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Doce de Colher Com Amoras Silvestres


Quando era miúda, pelo menos, um mês das férias de Verão eram passadas no Norte, em casa dos meus avós. Os netos começavam a chegar, e o baloiço, feito sempre na mesma pernada da gigantesca nogueira do quintal, tomava o seu lugar. Os gatos bebés fugiam dos miúdos barulhentos que faziam de tudo para os pegar ao colo. As vacas iam para os lameiros durante a noite e ficavam na loja durante as horas de maior calor. A avó ensinava-nos a fazer bolos e queijo fresco, o avô ensinava-nos a tirar o leite às vacas e deixava-nos fazer umas passeatas no lombo do burro. Manter-nos entretidos não era difícil. Não havia video jogos, não havia cento e tal canais de tv, mas nós já nos contentávamos com os dois canais portugueses e com os dois espanhóis que conseguíamos ver por estarmos tão perto da fronteira. Durante o dia andávamos no campo, tomávamos banhos de mangueira e apanhávamos fruta que comíamos ainda quente debaixo das árvores. Este ano, e como sempre, num dos passeios de fim de dia até a um dos terrenos da minha avó apanhámos amoras, que fomos comendo ao longo do caminho. As que sobraram foram para fazer este doce.

Ingredientes:

200 ml de Natas
300 ml de Leite
3 Gemas
100 gr. de Açúcar
40 gr. de Amido de milho (Maizena)
Casca de limão
Amoras Silvestres q.b.

Preparação:
Misture o açúcar com o amido de milho, um pouco de leite e as gemas e reserve.
Misture o restante leite com as natas e a casca de limão, num tacho, e leve ao lume até ferver.
Verta sobre a primeira mistura, mexendo bem. Leve de novo ao lume, mexendo sempre até levantar fervura e engrossar.
Retire do lume e coloque o creme numa taça de servir ou em taças individuais. Eu optei pelas antigas travessas de metal pintado da minha avó. Deixe arrefecer e cubra com as amoras silvestres. Sirva bem fresco.

domingo, 3 de agosto de 2014

Salada de Rúcula com Chèvre Grelhado e Vinagrete de Mel


Esta é uma daquelas receitas que demora 5 minutos a preparar. Óptima para uma entrada ou para um jantar tardio de Domingo como foi o caso hoje. Não há grande história por trás desta salada, havia rúcula e chèvre no frigorífico e voilá.

Ingredientes:
1 Pacote de Rúcula
1 Queijo Chèvre
Amêndoas Laminadas q.b.
1 Colher de sopa de mel
2 Colheres de sobremesa de vinagre balsâmico

Preparação:
Comece por fazer o vinagrete juntando o mel com o vinagre. Mexa bem até os dois ingredientes se juntarem e reserve.
Disponha a rúcula em pratos individuais e salpique-a com as amêndoas laminadas.
Corte o Chèvre em rodelas e leve-o a alourar de ambos os lados numa frigideira bem quente. Tenha cuidado para que o queijo não derreta completamente. O objectivo é que fique apenas ligeiramente mais amolecido no interior e com uma ligeira crosta por fora. Retire da frigideira com a ajuda de uma espátula, disponha-o por cima da rúcula e regue com o vinagrete.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Souflés de Bróculos


Cá por casa os jantares são cada vez mais leves. Finalmente começo a levar o ditado que diz que o pequeno almoço deve ser de rei, o almoço de príncipe e o jantar de pobre à risca. Os meus pequenos almoços são cada vez mais ricos e os jantares mais pobres. Contudo, não me contento apenas com uma sopinha à noite e faço quase sempre mais qualquer coisa,. Esta semana experimentei fazer estes souflés de bróculos, uma receita que a nutricionista Ana Bravo aconselha no livro "Dieta Viva".

Ingredientes:
1 Cebola
4 Dentes de alho
3 Ovos
1 Clara de ovo
2 Colheres de sopa de azeite
4 Colheres de sopa de farinha
2 Chávenas de chá mal cheias de leite
2 Chávenas de chá de bróculos cozidos e finamente picados
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Manteiga para untar as formas

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º.
Separe as gemas das claras. Bata as claras em castelo e reserve.
Num tacho, coloque o azeite juntamente com a cebola e o alho bem picados e deixe refogar. À parte dissolva a farinha no leite e junte ao refogado. Acrescente as gemas, mexendo sempre. Adicione os bróculos e tempere com sal e pimenta. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco. Junte as claras e envolva todo o preparado. Unte as formas com a manteiga e encha com o preparado. Leve ao forno até os souflés ficarem dourados, o que demora mais ou menos 20 minutos.

Nota: Na receita original é usada farinha integral, leite magro, flor de sal e manteiga magra. Não é utilizada pimenta.

terça-feira, 13 de maio de 2014

Sumo Detox


Então mas os sumos detox não são todos verdes? Não, não necessariamente. Podem ser verdes, cor-de-laranja, cor-de-rosa, amarelos, tudo depende dos ingredientes que adicionarmos.  E são para beber apenas em caso de dietas desintoxicantes? Não, pelo menos não é com esse propósito que os consumo. O meu objectivo inicial com estes batidos foi de alguma maneira "obrigar-me" a tomar o pequeno almoço a horas decentes. Durante a semana tenho um horário rotativo e nos dias em que entro mais cedo levanto-me por volta das 7h30 e antigamente apenas tomava o pequeno almoço por volta das 10h00/10h30. Não tinha apetite e a comida enjoava-me de manhã. Agora, e graças aos batidos por volta das 8h00/8h30 já consigo beber o meu pequeno almoço. Muitas das vezes vou a bebê-lo a caminho do trabalho.
Há muita informação na internet sobre estes batidos detox e sobre as suas mais variadas funções. Para mim, servem para eu tomar um pequeno almoço completo, repleto de vitaminas e energia para começar o dia. Aqui fica a receita do que fiz esta manhã. Na página da Cozinha da Su no Facebook - https://www.facebook.com/pages/A-Cozinha-da-Su/265085963553634 -, já existe uma outra receita, e esse sim é verdinho.

Ingredientes:
1 Laranja descascada
1/2 Manga descascada
1 Cenoura pequena
3 Folhas de alface
1 Colher de Mix de ómega 3
1 Colher de chá de Maca
Água fresca

Preparação:
Junte todos os ingredientes num liquidificador e reduza-os a puré. Se achar que fica muito espesso junte um pouco mais de água fresca. Beba de seguida para não perder nenhuma vitamina.


segunda-feira, 5 de maio de 2014

Tarte de Espinafres com Queijo de Cabra



Parece que desta vez é que a Primavera veio para ficar. Com os dias mais longos, os jantares são mais tardios e querem-se leves. Tartes, saladas e sopas têm feito parte do menu diário. Hoje deixo-vos esta tarte que foi feita com o que havia lá por casa. Ficou óptima e é receita a repetir.

Ingredientes:
1 Embalagem de espinafres congelados
1 Lata pequena de cogumelos laminados
1/2 queijo de cabra
1 Ovo
1 Pacote de natas light
Espargos para decorar
Sal
Pimenta
Alho em pó
1 Fio de azeite
1 Embalagem de massa folhada

Preparação:
Comece por descongelar os espinafres numa frigideira em lume brando. Quando estiverem descongelados regue com um fio de azeite e tempere com sal e alho. Deixe ganhar sabor e evaporar a água da congelação. Junte o queijo de cabra cortado em fatias finas e os cogumelos. Envolva bem e retire do lume e deixe arrefecer ligeiramente.
À parte misture o ovo com as natas e tempere com sal e pimenta. Junte a mistura de espinafres com o queijo e os cogumelos.
Forre a tarteira com a massa folhada e cubra com o preparado. Decore com espargos e leve ao forno durante 30 minutos ou até estar cozinhada. Sirva quente ou fria.